ANNONA CACANS

FAMÍLIA DAS ANNONACEAE

 

Compre o Guia: Frutas do mato: um guia de identificação, cultivo e usos:

Fascículo 1: 34 espécies de anonáceas brasileiras.

 

FLORES

FRUTO MADURO

 

 

 

NOME INDIGENA: Araticum-pacarí, vem do tupi e significa: “fruto de massa mole” e Pacarí refere-se a “comida de Paca. Também chamada de Araticum quaresma, Araticum cagão e Cortição.

.

Origem: Floresta semidecidua (que perdem as folhas numa época do ano) e mata atlântica desde Minas Gerais ao Rio grande do Sul. Brasil. Mais informações no link:

http://www.floradobrasil.jbrj.gov.br/

 

Características: Arvore de tronco reto, que cresce de 5 a 15 m de altura, formando copa com forma de taça. O tronco é esguio e tem casca acinzentada e corticosa que desprenden-se em placas estreitas e longas no final do verão. As folhas são simples, alongadas com nervuras de coloração creme amarelada. É a maior arvore da família das Annonaceas, e já foram encontradas arvores com 26 m de altura no norte do estado do Paraná.     

 

Dicas para cultivo: Planta subtropical, resiste bem a seca de até 5 meses e a geadas de até – 3 grau, pode ser cultivada em todo o Brasil, em qualquer altitude; adapta-se a qualquer tipo de solo, que drenem bem as águas da chuva ou até solos argilosos, sujeito a inundações na beira de rios. Pode ser plantada a pleno sol ou em reflorestamentos mistos para aproveitamento da madeira, de modo que deve plantar uma linha de eucalipto ou pinus e uma linha de annona cavans um ano após o plantio dos primeiros que farão com que a planta cresça na vertical, evitando o denso engalhamento quando a planta  é cultivada em pleno sol

 

Mudas: Sementes são dormentes se forem secas, quando plantada logo, germinam em 40 a 75 dias com 65% de germinação. As mudas atingem 35 cm com 5 meses após a germinação. Formar as mudas em ambiente sombreado. A frutificação inicia-se com 3 a 5 anos, dependendo do solo e tratos culturais.

 

Plantando: No pomar planta-se num espaçamento de 6 x 6 m. após o plantio irrigar com 10 l de água por semana nos primeiros 2 meses. As covas devem ter 50 cm nas três dimensões e convém adicionar aos 30 cm da superfície 6 kg de matéria orgânica bem curtida, 1 kg de cinzas, 200g de torta de mamona e 400 g de calcário, misturar tudo e deixar curtir por 2 meses. O plantio deve ser feito em novembro.

 

Cultivando: Fazer apenas podas de formação da copa e eliminar os galhos que nascerem na base do tronco, caso deseje que a arvore cresça ou caso prefira que produza uma copa arredondada, pode o broto terminal e faça podas de modelagem a cada 2 meses. Adubar com composto orgânico, pode ser (8 litros) cama de frango + 50 gr de N-P-K 10-10-10 dobrando essa quantia a cada ano até o 4ª ano.

 

Usos: Frutifica em fevereiro a março. Consumir os frutos chupando a polpa que está presa numa pequena membrana (essa tem sabor amargo e é laxativa se engolida) A polpa é ótima para fazer sucos sorvete e bolo. A madeira tem as mesmas aplicações que o Eucalipto. Cultivar em pomares, para uso madeireiro (sua madeira é branca se tem diversos usos industriais) e na recomposição florestal, pois seus frutos alimentam pássaros e diversos animais terrestres como pacas, antas, queixadas, quatis e graxains. A polpa gelatinosa tem cor creme, é muito saborosa devendo ser separada do involucro e semente; se consegue isso tirando a casca do fruto e batendo toda a massa numa despolpadora. Depois de separada a polpa pode ser congelada para uso futuro ou usada para fazer sucos, batidas, sorvetes, quindins, bolachinhas, biscoitos, bolos e no feitio de iogurtes com leite coalhado.

 

 
Consulte-nos pelo e-mail hnjosue@ig.com.br ou veja nosso catalogo de mudas disponíveis clicando aqui.  acompanhe-nos no Facebook

 

 

 

Voltar para Frutas do Mato ou Voltar para Annonaceae