ANNONA EMARGINATA

FAMÍLIA DAS ANNONACEAE

 

Compre o Guia: Frutas do mato: um guia de identificação, cultivo e usos:

Fascículo 1: 34 espécies de anonáceas brasileiras.

 

 

FLORES

FRUTO MADURO

 

NOMENCLATURA E SIGNIFICADO: Araticum-mirim, “do tupi – fruta mole e pequena”; também é conhecido pelos seguintes nomes: Araticunzinho, Aticu-mirim, Embirinha, Fruta de Guaracava e Pijericú.

 

OBSERVAÇÕES: anteriormente essa espécie pertencia ao gênero Rollinia que deixou de existir.

 

Origem: É natural da floresta semidecidua (que perdem as folhas numa época do ano) e da mata atlântica desde Minas Gerais ao Rio grande do Sul. Essaa espécie também ocorre na Bolívia, Argentina, Colômbia e Venezuela. Mais informações no link: http://www.floradobrasil.jbrj.gov.br/

 

Características: Arvoreta de até 3 metros de altura, com copa pequena e rala e o tronco não ultrapassa os 10 cm de diâmetro na altura do peito (DAP). As folhas são simples, alternas, cartácea (como cartolina), lanceolada (com formato de lança), com nervura amarelada, base arredondada e ápice ou ponta emarginada (com pequena reentrância ondulada) sob pecíolo (haste ou suporte) medindo de 0,6 a 1,2 cm de comprimento. As flores têm formato de hélice com 3 pétalas ovaladas de 8 mm de comprimento e largura, de com amarela com pequenas chamuscas vermelhas. O androceu (órgão masculino) tem numerosos estames ou tubos muito curtos inseridos em espiral na parte interna da parte floral semelhante a hélice  com anteras (glândula que carrega os grãos de pólen) alongadas e rimosas (com abertura longitudinal). Os frutos são sincárpios de até 3 a 4 cm de diâmetro.

 

Dicas para cultivo: Planta de clima subtropical, mais resiste a climas temperados onde ocorre geadas de até – 3 grau, pode ser cultivada em todo o Brasil, em qualquer altitude; adapta-se bem aos solos arenosos ou argilosos e vermelhos que sejam profundos, com pH de acido a neutro e com boa quantidade de matéria orgânica dissolvida. Essa espécie pode ser cultivada com sucesso em vasos grandes de 40 cm de altura e 40 cm de largura com substrato feito de 40% de terra vermelha, 20% de areia de rio e 40% de matéria orgânica bem curtida.

 

Mudas: As sementes têm forma triangular e medem menos de 0,5 cm de comprimento e se armazenadas em local escuro conservam o poder germinativo por 1 ano. Quando plantadas logo que colhidas, germinam em 30 a 60 dias. As mudas atingem 30 cm com 8 a 9 meses de idade, mais apreciam ambiente sombreado para formação. A frutificação inicia-se com 2 a 3 anos, dependendo do solo e tratos culturais.

 

Plantando: Pode ser plantada tanto em pleno sol como na plena sombra. No pomar planta-se num espaçamento de 3 x 3 m, onde as covas devem ter 40 cm de largura, altura e profundidade, devendo ser preenchidas com 20% de areia e cerca de 8 kg de composto orgânico bem curtido; caso o solo seja muito acido é bom colocar 1,5 kg de calcário na cova e deixar curtir por 3 meses antes do plantio. Irrigar com 10 l de água por semana nos primeiros 2 meses.

 

Cultivando: Fazer apenas podas de formação da copa e eliminar os galhos que nascerem na base do tronco ou que se cruzarem para o interior da copa. Adubar com composto orgânico, pode ser 4 a 5 kg de cama de frango bem curtida e + 30 gr de N-P-K 10-10-10 dobrando essa quantia a cada ano até o 2ª ano e continuar adubando anualmente na primavera. Lembrar de distribuir o adubo na projeção da copa com distancia do tronco igual a medida da circunferência do mesmo.

 

Usos: Frutifica nos meses de janeiro a março. A árvore pode ser cultivada em jardins internos ou terrários e vasos grandes deixados na varanda; também deve ser incluída na recomposição florestal, pois seus frutos alimentam a ave-fauna em geral. As flores liberam um delicioso aroma de abacaxi no ar. Os frutos são pequenos mais agradáveis para o consumo in natura e as sementes soltam facilmente da polpa. Os frutos também podem ser despolpados e a polpa congelada para uso futuro ou imediatamente para o feitio de sucos, espumantes, geleias e gelatinas. Os frutos depois de colhidos conservam-se por uns 10 dias se o armazenamento for refrigerado. Essa espécie produz os frutos prediletos do passaro Guaracava (Elaenia flavogaster) que pode ser atraído se cultivada essa interessante espécie.

 

Consulte-nos pelo e-mail hnjosue@ig.com.br ou veja nosso catalogo de mudas disponíveis clicando aqui. – acompanhe-nos no Facebook

 

SAIBA MAIS SOBRE A NOMENCLATURA, ORIGEM, HISTÓRIA, DESCRIÇÃO DA PLANTA, PRATICAS CULTURAIS, PROPRIEDADES MEDICINAIS E NUTRICIONAIS

COMPRANDO O LIVRO “COLECIONANDO FRUTAS”

 

Voltar para Frutas do mato ou Voltar para Annonaceae

 

.