ANNONA EXSUCCA

FAMILIA DAS ANNONACEAE

 

Compre o Guia: Frutas do mato: um guia de identificação, cultivo e usos:

Fascículo 1: 34 espécies de anonáceas brasileiras.

 

 

FLORES

FRUTO MADURO

 

 

NOMENCLATURA E SIGNIFICADO: Araticum salgado, “do tupi – fruta mole”; também é conhecido pelos seguintes nomes: Araticum macho, Aticum ripa, Aticum temperado e Fruta do Conde pequena.

 

Origem: espécie rara, e com irregular frequência no sub-bosque e na beira de matas ciliares de diversas formações da Amazônia e Mata Atlântica. Ocorre nos estados: AM, AP, PA, RO, RA, CE, MA, MG e recentemente localizada no PR, Brasil. Mais informações no link: http://www.floradobrasil.jbrj.gov.br/

 

Características: árvore esguia de 4 a 7 m de altura, com copa cilíndrica e estreita com 2 a 3 m de diâmetro; tronco sempre reto com 10 a 20 cm de diâmetro; casca estriada e lenticelada (verruga de troca gasosa) e de cor cinzenta. As folhas são simples, alternas, glabras (sem pelos), cartácea (textura de cartolina), elíptica (com mesma largura no corpo da lâmina) medindo 6 a 13 cm de compr. por 1,8 a 4,8 cm de largura, com margem ondulada. Essa espécie pode ser facilmente identificada por se notar lenticelas (verrugazinhas salientes) brancas nos ramos e caules jovens.  As flores têm forma de hélice com três pétalas curvadas de formato desigual, com 6 a 13 mm de compr., surgido no ápice das brotações do ano. O fruto é um sincarpico (pequenos frutos agregados ou soldados pela casca) de 4 a 6 cm de diâmetro, com casca espessa e mamilos arredondados de cor verde azulada antes de amadurecer, tornando-se amarelo pardo quando totalmente maduro.

 

Dicas para cultivo: pode ser plantada tanto na sombra como no sol, espaçamento de 4 a 5 m entre plantas. Aprecia solos ricos em matéria orgânica, profundos e úmidos, com pH entre 4,8 a 6,5. É resistente a ventos fortes, a geadas de 2 a 3 graus negativos e a secas de até 6 meses sem chuva. Cultivar em altitudes variando de 0 a 1000 m acima do nível do mar, e com temperaturas anuais médias entre 10 a 42 graus. Plantar de out a dez.

 

Mudas: Sementes são de cor castanha clara e com forma meio triangular. Podem ser armazenadas em local escuro conservam o poder germinativo por até 1 anos. Quando plantadas logo que colhidas, germinam em 40 a 90 dias. As mudas atingem 30 cm com 7 a 8 meses de idade, mais apreciam ambiente sombreado para formação. A frutificação inicia-se com 3 a 4 anos, dependendo do solo e tratos culturais.

 

Plantando: apresenta crescimento moderado atingindo 1 m com dois anos, começando a produzir logo na primeira floração a partir do 3º ou 4º ano após o plantio. Veja como fazer a irrigação, adubação, podas de formação e limpeza na introdução do fascículo. A colheita do fruto vai de março a maio e os frutos podem ser colhidos quando apresentarem 70% da superfície amarelada.

 

Cultivando: Fazer apenas podas de formação da copa e eliminar os galhos que nascerem na base do tronco ou que se cruzarem para o interior da copa. Adubar com composto orgânico, pode ser 5 kg de cama de frango bem curtida e + 50 gr de N-P-K 10-10-10 dobrando essa quantia a cada ano até o 2ª ano e continuar adubando anualmente na primavera. Lembrar de distribuir o adubo na projeção da copa com distancia do tronco igual a medida da circunferência do mesmo.

 

Usos: A árvore pode ser cultivada em praças, área verde e por ser espécie muito rara não pode faltar na recomposição florestal, pois seus frutos alimentam a ave-fauna em geral. As flores liberam um perfume adocicado no ar. Os frutos tem polpa levemente amarelada e com sabor levemente salgado (sendo esse o motivo do nome), podendo ser consumido in natura. Os frutos também podem ser despolpados e a polpa congelada para uso futuro ou imediatamente para o preparo de pratos doces ou salgados, aceitando bem combinações com molhos de carne e sopas. Os frutos depois de colhidos conservam-se por uns 10 dias em temperatura ambiente, podendo se manter em perfeitas condições se armazenado em ambiente refrigerado, qualidades que o tornam comercialmente viável.


Consulte-nos pelo e-mail hnjosue@ig.com.br ou veja nosso catalogo de mudas disponíveis clicando aqui. – acompanhe-nos no Facebook

 

Voltar para Frutas do mato ou Voltar para Annonaceae

 

 

.