PLINIA (antes MYRCIARIA) JABOTICABA

FAMÍLIA DAS MYRTACEAS

 

Descrição: C:\Users\Josué\Documents\Helton\Pagina Colecionandofrutas\0-nativas\0-F-ate-M\myrciariajaboticaba_arquivos\image001.jpg

Flores

Descrição: C:\Users\Josué\Documents\Helton\Pagina Colecionandofrutas\0-nativas\0-F-ate-M\myrciariajaboticaba_arquivos\image002.jpg

Frutos maduros

Descrição: C:\Users\Josué\Documents\Helton\Pagina Colecionandofrutas\0-nativas\0-F-ate-M\myrciariajaboticaba_arquivos\image003.jpg

Frutos maduros da Variedade Cascuda

Descrição: C:\Users\Josué\Documents\Helton\Pagina Colecionandofrutas\0-nativas\0-F-ate-M\myrciariajaboticaba_arquivos\image004.jpg

Jaboticabatuba pintada ou sabor vinho


NOMENCLATURA E SIGNIFICADO: JABOTEKAVA-AÇÚ vem do nome indígena tupi Jaboté que é um tipo de botão indigna e Kava – fruto semelhante, de modo que a etimologia é “Fruto grande semelhante a botão”. Também é chamada de: Jabotecaba, Jaboticabatuba, Jaboticaba-açú, Jaboticaba cascuda, Jabuticaba rajada e Jabuticaba pintada (estes três últimos nomes designando variedades).

 

ORIGEM: Encontrada com muita raridade na natureza em algumas áreas da mata atlântica mais para o interior do continente desde o Rio de Janeiro até o Paraná, aparecendo também no planalto central de Minas Gerais, ocorrendo em toda a floresta semidecidua do estado de São Paulo e em toda a bacia do rio Paraná. Brasil. Mais informações no link:

http://floradobrasil.jbrj.gov.br/2012/index?mode=sv&group=Root_.Angiospermas_&family=Root_.Angiospermas_.Myrtaceae_&genus=Plinia&species=&author=&common=&occurs=1&region=&state=&phyto=&endemic=&origin=&vegetation=&last_level=subspecies&listopt=1

 

OBSERVAÇÕES: Discordo que essa espécie seja apenas sinonímia de Plinia cauliflora conforme informado no site flora do Brasil acima, pois existem caracteres morfológicos evidentes para delimitar a espécie. Se os caracteres não forem levados em consideração a espécie Plinia coronata também deveria ser sinonímizada com Plinia cauliflora.

 

Características: Arvore de crescimento lento, com copa cônica formando-se desde o chão até 4 a 7 m de altura com diâmetro da copa sempre com metade de sua altura. O tronco é liso, curto com 1 a 2 m de altura, com diâmetro de 25 a 35 cm e daí em diante torna-se bi ou trifurcado (com 2 ou 3 galhos). A casca é pardo amarelada e lisa, despendendo em placas laminadas semi-coriaceas (de consistência meio rija). As folhas são dispostas aos pares, tem consistência membranácea, são lanceoladas (com forma de lança), de coloração verde prateada quando velha e ferruginea na brotação; com a face abaxial (dorso ou costa) meio opaca com pontuações de glândulas esparsas. A base é obtusa ou arredondada e o ápice é lanceolado a gradativamente agudo. A lamina mede 2,5 a 6,7 cm de comprimento por 1,5 a 2,1 cm de largura, é ciliada (com pequenos cílios nas bordas) quando nova e está fixada sob pecíolo (haste ou suporte) de 1,5 a 4 mm de comprimento. As flores aparecem sobre os troncos secundários com grossura inferior à 15 cm de diâmetro até nos galhos com diâmetro de 3 a 4 cm. As flores se formam sobre pedúnculos (haste ou suporte) muito curto, e é formada por cálice (invólucro externo) com 4 lobos desiguais, ovados e ciliados (como cílio) de 5 a 7 mm de comprimento. As bagas (fruto com varias sementes) medem 3 a 4 cm de diâmetro, são esféricas, tem casca grossa com 3 a 4 mm de espessura e abriga uma polpa gelatinosa, branca, adocicada que envolve 1 ou 2 sementes, arredondadas ou oblongas (mais longa que larga) com 0,8 a 1,1 cm de diâmetro e 0,3 cm de altura.

 

Dicas para cultivo: Aprecia climas subtropicais com temperatura entre 18 a 32 graus, com índice de chuvas variando de 950 a 1.450 mm anuais, com período seco bem definido durante os meses de abril a agosto. Quanto ao solo, costuma aparecer em latossolos vermelhos ou roxos com alta fertilidade natural, e que sejam profundos e bem drenados com pH entre 4,8 a 5,5. Essa espécie é resistente a longos períodos de estiagem e também suporta geadas de até – 3 graus. Pode ser cultivada em pleno sol, e essa espécie demora de 10 a 16 anos para frutificar.

 

Mudas: As sementes são arredondas, planas nos pólos, recalcitantes (perdem o poder germinativo se forem secadas) e germinam em 40 a 70 dias. Convém plantar 2 sementes diretamente em sacos individuais contendo substrato feito de 40% de terra vermelha, 40% de matéria orgânica e 20% de areia branca de rio. As mudas devem ser formadas em local com 50% de sombreamento e receber irrigação somente quando o substrato estiver quase seco. As mudas atingem 30 cm com 12 a 16 meses de idade. Essa espécie pode ser reproduzida com sucesso por estaquia ou alporquia com uso de hormônio enraizador.

 

Plantando: O plantio definitivo das mudas deve ser em covas de 50 x 50 x 50 cm, preparadas com 2 meses de antecedência, misturando aos 30 cm iniciais 6 pás de esterco bem curtido, 200 gramas de farinha de ossos, 500 g de cinza de madeira, misturando tudo muito bem. Plantar num espaçamento de 6 x 6 m e se o local for muito quente convém fazer uma cobertura para proteger a muda no primeiro ano. A melhor época de plantio é outubro a novembro, convém irrigar 10 l de água após o plantio e a cada semana se não chover.

 

Cultivando: A planta cresce lentamente e não necessita de cuidados especiais, apenas deve-se cobrir a superfície com pó de cerra e eliminar qualquer erva daninha que possa sufocar a planta. Adubar com 6 pás de composto orgânico feito de esterco de galinha + 50% de folhas, curtido e 40 gramas de NPK 10-10-10 a partir do 2 ano após o plantio. Distribuir os nutrientes à 5 cm superficialmente a 20 cm do caule no inicio do mês de outubro.

 

Usos: Frutifica nos meses de Outubro a Novembro. os frutos são consumidos in-natura e são muito saborosos apesar de ter casca grossa e sementes grandes. Os frutos podem ser despolpados e usados para fazer sucos, geléias, licores, sorvetes, vinhos. A arvore pode ser cultivada como ornamental e recomendo que seja plantada em projetos de recomposição vegetal, pois seus frutos alimentam a avifauna em geral. As flores são produtoras de néctar e pólen para as abelhas.

Voltar para Frutas do mato ou Voltar para família das Myrtaceae

.

 

levitra kopen lovegra kopen cialis kopen levitra generiek cialis 20 mg kamagra belgie viagra prijs levitra prijs

levitra kopen lovegra kopen cialis kopen levitra generiek cialis 20 mg kamagra belgie viagra prijs levitra prijs

levitra kopen lovegra kopen cialis kopen levitra generiek cialis 20 mg kamagra belgie viagra prijs levitra prijs

levitra kopen lovegra kopen cialis kopen levitra generiek cialis 20 mg kamagra belgie viagra prijs levitra prijs

kamagra jelly cialis generico cialis 20 super kamagra

acquisto viagra cialis 20 acquisto cialis acquisto viagra levitra prezzo super kamagra cialis generico cialis senza ricetta acquisto kamagra

acquisto viagra cialis 20 acquisto cialis acquisto viagra levitra prezzo super kamagra cialis generico cialis senza ricetta acquisto kamagra

acquisto viagra cialis 20 acquisto cialis acquisto viagra levitra prezzo super kamagra cialis generico cialis senza ricetta acquisto kamagra

viagra hinta

kamagra jelly

viagra hinta

kamagra jelly

viagra hinta

kamagra jelly

viagra hinta

kamagra jelly

viagra hinta

kamagra jelly

viagra kaufen levitra generika viagra generika cialis generika viagra online kaufen viagra bestellen levitra 20mg kamagra bestellen kamagra oral jelly kamagra gel kamagra 100 kamagra bestellen cialis bestellen cialis ohne rezept priligy dapoxetine

viagra kaufen levitra generika viagra generika cialis generika viagra online kaufen viagra bestellen levitra 20mg kamagra bestellen kamagra oral jelly kamagra gel kamagra 100 kamagra bestellen cialis bestellen cialis ohne rezept priligy dapoxetine

cialis prijs cialis kopen viagra voor vrouwen kamagra kopen viagra prijs

cialis prijs cialis kopen viagra voor vrouwen kamagra kopen viagra prijs